Tipo do Material
Pedra Natural
Mármore

Definição
Mármore é uma rocha metamórfica originada de calcário exposto a altas temperaturas e pressão. Por esse motivo, as maiores jazidas de mármore são encontradas em regiões de rocha matriz calcária e atividade vulcânica.

Especificações Técnicas
Amplamente utilizado em pisos e revestimentos interno e externos.

O Mármore é uma rocha metamórfica, de alta absorção. Normalmente, possui tonalidades mais homogêneas que os granitos e, por isso, é muito requisitada para móveis e peças decorativas. Sua aplicação não é recomendada em áreas como cozinha e churrasqueira, por se tratar de um material poroso.
Aplicações: revestimentos de paredes e pisos internos, soleiras, móveis e peças decorativas como colunas e tampos de mesa, bancadas para lavatórios, peitoris, degraus e espelhos, rodapés, divisórias, entre outras.
Conservação: para a limpeza, os indicados são água e sabão neutro. Qualquer agente químico ácido ou básico, como tiner, água raz, removedor, álcool podem danificar seu mármore causando estragos irreversíveis. Existem no mercado, detergentes e resinas para a manutenção do mármore. O importante é comprar produtos específicos para evitar danos.
Mármore
As rochas comercialmente designadas por mármores englobam lato sensu as rochas carbonáticas, incluindo calcários, dolomitos e seus correspondentes metamórficos (os próprios mármores). Os calcários são rochas sedimentares compostas principalmente de calcita (carbonato de cálcio), enquanto os dolomitos são rochas também sedimentares formadas sobretudo por dolomita (carbonato de cálcio e magnésio). Os mármores resultam do metamorfismo (modificações ocorridas na rocha devido a variações nas condições de pressão e temperatura, em relação ao ambiente de origem) de calcários e dolomitos.

Nos mármores, o padrão cromático é definido por minerais acessórios e impurezas, pois os constituintes principais (calcita e dolomita) são normalmente brancos. A dureza (resistência ao risco) é sensivelmente menor nos mármores do que nos granitos, pois seus constituintes (calcita e dolomita) apresentam dureza na Escala Mohs entre 3 e 4; nos granitos, como vimos anteriormente, as durezas (do feldspato e do quartzo) são, respectivamente, 6 e 7.

Para se distinguir um mármore de um granito, dois procedimentos simples são recomendados: os granitos não são riscados por canivetes, chaves ou pregos, como os mármores; e os mármores reagem ao ataque do ácido clorídrico (ou muriático), efervescendo tanto mais intensamente quanto maior o seu teor em calcita.

Os travertinos, a exemplo dos calcários, são rochas carbonáticas essencialmente calcíticas (carbonato de cálcio). Podem apresentar-se pouco ou não metamorfizadas e são definidas pela sua coloração bege-amarelada. Apresentam características físicas muito heterogêneas, marcadas por bandeamento concêntrico ou tubular, cavidades, estruturas alveolares, feições brechóides e freqüentes impurezas argilosas e silicosas. No setor de rochas ornamentais os travertinos são comumente referidos como mármores.

 

MARMORE